jump to navigation

Novo endereço 06/11/2010

Posted by Julio Simões in Blog, Cine Marabá.
add a comment

Anúncios

Autor faz palestra e lança livro no Cine Marabá 05/12/2009

Posted by Julio Simões in Cine Marabá.
add a comment

Guia da Folha (04/12)

Nesta segunda-feira, dia 07 de dezembro, às 10h30, o jornalista Julio Simões fará parte do projeto “Cinema sem Imagens”, evento que integra as comemorações do ano da França no Brasil e será uma experiência de cinema apenas com sons e leitura do filme “Desde que Partiste”, de John Cromwell, o primeiro exibido na sala, ainda em 1945.

Depois da intervenção, o autor dará uma palestra e lançará de forma independente o livro Cine Marabá – O Cinema do Coração de São Paulo, produzido em 2008 como projeto de conclusão em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Exemplares estarão à venda no local por apenas R$ 20, preço que, após o evento, também será praticado aqui no blog. O evento é promovido pelo instituto francês de arte contemporânea Palais de Tokyo em parceria com a Folha de S. Paulo.

Cinema sem Imagens
Data: 07 de dezembro (segunda-feira)
Hora: 10h30
Local: Cine Marabá (Av. Ipiranga, 757, República – São Paulo-SP)
Entrada franca

Cri-crítico do Estadão: Marabá recebe nota 6 17/10/2009

Posted by Julio Simões in Cine Marabá.
add a comment

Aparentemente, uma nota 6 é pouco para um cinema moderno e recém-inaugurado como o Marabá. Porém, quando se trata do Cri-crítico do Estadão, esta nota é mais do que justa. Ainda mais quando o ponto alto da avaliação do personagem  conhecido por fazer avaliações muito críticas sobre o atendimento e exibição das salas de cinema da capital é a nota 7. Nesta semana, o Estadão publicou o Guia de Salas de Cinema do Cri-crítico, que pode ser acessada virtualmente por aqui. O texto referente à avaliação do Marabá está disponível no mapa das salas visitadas – e ambos podem ser vistos abaixo.

19/6/2009
Cinema: 6
Sala: 7
Sessão: 7

Minha última vez no Marabá tinha sido no início de 2007. Vi ‘Rocky Balboa’, filme sobre um velho boxeador, em uma sala decadente. Voltei esta semana, após a reinauguração. Assisti a ‘O Exterminador do Futuro: A Salvação’, recomeço de uma série, em um cinema ressuscitado. Só a iniciativa de apostar no Centro já merece aplausos. A restauração ficou ótima. Criaram bilheterias dentro, mas preservaram as de fora. Vou tentar ignorar a bonbonnière modernosa que não tem nada a ver com o saguão – o arquiteto Ruy Ohtake, autor do projeto, disse que adora o contraste do velho com o novo. Das cinco salas, a que vale mais a pena é a 1. Eu achava a tela antiga maior, mas, como mantiveram a boca de cena original, deve ser uma ilusão nostálgica. Havia pessoas curiosas, passeando pelo cinema. Espero que voltem, motivando empreendimentos assim na região.

Marabá não exibe curta anexo a Up 13/09/2009

Posted by Julio Simões in Cine Marabá.
2 comments

partly-cloud-img

(mais…)